Deputado critica aumento da idade para aposentadoria de mulheres do campo

Escrito por Patrícia Cardoso
Categoria: NOTÍCIAS Criado: Quinta, 21 Fevereiro 2019 18:24

O deputado Elton Weber, criticou, nesta quinta-feira (21), a proposta do governo federal de reforma da Previdência prevista para ser votada neste ano. Para o deputado, será preciso muita luta para que haja alterações no texto que, como está, mantém desigualdades e configura-se num ataque ao trabalhador mais pobre e as mulheres rurais. “Defendo uma reforma justa e uma Previdência única para todos. Se somos iguais perante a Constituição, porquê as diferenças? Não é com a continuidade de privilégios que vamos trazer igualdade.”

A proposta deixa de fora das novas regras, por exemplo, os militares. Mas não poupa agricultores e professores. Além disso, penaliza as trabalhadoras do campo ao elevar a idade mínima de aposentadoria de 55 para 60 anos, mesma idade que valerá para os homens. A proposta ainda aumenta de 15 para 20 anos a contribuição rural e não prevê aumento do benefício aos segurados que ultrapassarem os R$ 600 de contribuição anual por volume de produção.

Em nota, a Fetag manifestou seu repúdio em relação ao tratamento dispensado as mulheres e enfatizou que o trabalho rural reduz a condição laboral a partir dos 50 anos de idade pelo excesso de atividade ao longo da vida profissional. A nota conclui que o governo precisa enxergar e entender que não tem como equiparar a idade de homens e mulheres no meio rural.

Login de Usuário

Sistema de login restrito para abastecimento do portal.


Cadastre-se

Para receber os informativos

Elton Weber Deputado Estadual

  

Gabinete Parlamentar

( 51 ) 3210-2440

Rua Marechal Deodoro, 101 sala 804

Centro Histórico - Porto Alegre - RS

E-MAIL 

elton.weber@al.rs.gov.br

ww1.al.rs.gov.br/eltonweber